Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 1221 - #3
-
Animal Manager, essencial para os negócio.
Mordida de cachorro dá prejuízo de meio bilhão de dólares nos EUA

Quanto custa uma mordida de cachorro? Além de dolorida, a mordida pode causar sérios prejuízos tanto para a vítima como para o dono do animal. Para as companhias de seguros dos Estados Unidos, a conta ficou cara no ano passado: US$ 489 milhões.

Foram mais de 16,5 mil mordidas durante o ano, segundo reportagem da ABC News. O valor do prejuízo para as seguradoras aumentou mais de 50% desde 2003, segundo o Insurance Information Institute, informa a reportagem . 

As maiores vítimas parecem ser os carteiros, que precisam aproximar-se o tempo todo do território dos cachorros durante a sua jornada de trabalho. 

Para tentar reduzir os riscos, o serviço postal dos Estados Unidos criou uma campanha com um slogan especial para a Semana Nacional de Prevenção contra mordidas caninas: 'Há 70 milhões de cães bons, mas ... qualquer cão pode morder.'

Kathy Voigt, presidente da Associação Nacional de Prevenção contra mordida de cães, disse à ABC News que as mordidas caninas são a nona principal causa de lesões não fatais não intencionais de crianças com idades entre 5 e 9 anos.
'Mais de 2 milhões de crianças são mordidas por cães a cada ano, e a maioria dos ataques são do cão da própria família ou de pessoas próximas', disse ela. A maior parte dos ataques em crianças menores são no rosto e na cabeça.

O Insurance Information Institute diz que as reivindicações mais caras de seguros por causa de mordidas referem-se a casos de crianças desfiguradas por uma mordidas, que exigem cirurgias reconstrutivas. Estes casos não aumentaram muito nos últimos anos, mas os preços das cirurgias e cuidados médicos ficaram bem mais caros.

Seguros de responsabilidade para casos como os de mordidas cobrem prejuízos de US$ 100 mil a US$ 300 mil. Se valor do tratamento for maior do que isso, o proprietário do cão é responsável, inclusive por despesas legais.

As seguradoras americanas cobram mais de raças consideradas mais perigosas, como pit bulls e Rottweilers. Algumas só aceitam o contrato se o os donos se comprometem a levar os cães com focinheira ou mantê-los presos.


Fonte: Paraiba.com.br - Publicado neste site em 10/06/2013

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui