Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 1463 - #3
-
Animal Manager, essencial para os negócio.
O cachorro está cada vez mais humano, diz estudo

A proprietária polonesa Agnieszka Bralcyk beija Diana, sua Yorkshire Terrier, durante sua participação na 8ª Exposição Internacional Canina de Rostock (Alemanha)

A convivência entre humanos e cães gera laços afetivos fazendo com que muitos donos tratem seus animais como se fossem seus companheiros, e que os cachorros se comportem, em alguns casos, de forma similar às pessoas, mostrando uma inteligência e memória notáveis.

Segundo os cientistas Claudia Fugazza e Ádám Miklósi, autores de uma pesquisa para a Universidade Eötvös Loránd de Budapeste, na Hungria, publicada na revista “Animal Cognition”, os cachorros domésticos são particularmente receptivos aos gestos e comunicações humanas, aprendem porque observam atentamente as pessoas, e percebem facilmente a influência humana em situações de aprendizagem.

'A capacidade canina de imitar uma ação nova após uma demora, de até um minuto, durante o qual o animal é distraído, incentivando-o a participar de outras atividades, sugere a presença de um tipo específico de memória a longo prazo ou 'retentiva declarativa', a que se refere a memórias que podem ser recordadas conscientemente', explicaram os pesquisadores.

Por outra parte, e segundo a Primeira Análise do Observatório Fundación Affinity sobre o Vínculo entre Pessoas e Animais de Companhia, existe um forte vínculo emocional entre os donos e seus animais, até o ponto que 63% deles afirmam contar a seu cachorro coisas que não compartilham com mais ninguém.

Este estudo pioneiro na Europa e no qual participou a Cátedra Fundación Affinity Animais e Saúde da Universidade Autônoma de Barcelona (UAB), na Espanha, destaca que muitas pessoas têm fortes laços afetivos com os animais de estimação com os quais compartilham sua vida.

Esta pesquisa revelou que nove de cada dez pessoas afirmam que seu cachorro sempre está com eles quando precisam de consolo, carinho, segurança ou motivação, e têm a certeza que continuariam sempre a seu lado de forma incondicional.

MUITO MAIS QUE ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

Pelo menos 70% das pessoas interrogadas afirma que seu cachorro lhes oferece companhia constante, e a grande maioria reconhece dar-lhe diariamente demonstrações de carinho como abraços (85%) e até beijos (76%), segundo este estudo (http://www.fundacion-affinity.org).

Globalmente, o vínculo entre a pessoa e o animal é tão forte que 'oito de cada dez indagados afirma que seu cachorro é um motivo para se levantar a cada dia', segundo este relatório.

De acordo com a Fundação Affinity, 54% das pessoas leva seu cachorro para visitar seus amigos pelo menos uma vez por semana, enquanto 84% brinca com ele todos os dias e 90% assiste televisão acompanhado de seu animal de estimação.

A conexão em nível emocional também é especialmente forte no caso dos mais novos, já que o estudo revela que oito em cada dez crianças, de entre 9 e 12 anos, preferem brincar com seu gato ou seu cachorro do que jogar videogames.

Além disso, os laços afetivos com o animal são os que melhor lhes fazem superar a sensação de medo ou tristeza, pois a criança recorre habitualmente a seu bicho de estimação para abraçá-lo e encontrar alívio nestas situações, e o procura como fonte de consolo 'na mesma medida que a seus pais' quando têm algum problema, segundo o estudo.

Segundo explicou à Agência Efe Jaume Fatjó, diretor da Cátedra Fundación Affinity Animais e Saúde da UAB, 'os cachorros passam a fazer parte da rede social de seus donos. Assim, um cachorro proporciona, não só companhia, mas também apoio emocional nos momentos de dificuldade'.

Um mulher com seu cachorro se banha em uma área de praia para animais de estimação no município de El Campello (Espanha). EFE/Manuel Lorenzo.


Fonte - Info Abril - Publicado neste site em 26/02/2014


- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui