Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 572 - #3
-
Animal Manager, essencial para os negócio.
Cuidado ao medicar seu animal

Hospital Veterinário Pet Care alerta sobre o risco da administração de remédios em cães e gatos.

Frequentemente o Hospital Veterinário Pet Care recebe casos de animais com intoxicação, alergias ou reações adversas a determinados remédios que são inofensivos aos humanos e a outras espécies. “Parece que a adaptação do cão à vida doméstica aconteceu também no campo terapêutico e a automedicação tem se tornado cada vez mais comum”, revela Dra. Carla Berl, diretora.

Além da intoxicação por conta do medicamento não ser adequado para cães, muitas vezes o remédio é administrado em doses inadequadas. “Outras vezes a intoxicação ocorre com medicamentos tópicos, pois o animal pode lamber pomadas e outras soluções”, pontua.

Gatos são ainda mais sensíveis e apresentam grande intolerância a medicamentos que são usados sem problemas em cães e humanos. “Não é raro um gato morrer ou correr sério risco de vida devido à intoxicação medicamentosa”, conta a veterinária.

“Em dezembro atendemos o Dourado, um lindo gato SRD que se intoxicou gravemente com a aplicação de um Piretróide usado no controle de pulgas e carrapatos. Ele ficou internado recebendo droga anticonvulsiva em infusão contínua por mais de 18 horas. Ficou bem, mas muitas vezes não conseguimos reverter alguns quadros de intoxicação”, pontua Dra. Carla.

Para que cada vez menos casos como estes aconteçam, o Hospital Veterinário Pet Care criou uma pequena lista de medicamentos proibidos. Alguns são fatais e outros podem causar reações adversas na dependência da dose e da sensibilidade do indivíduo.


Fonte: Bagarai - Publicado neste site em 23/03/2012

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui