Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 861 - #3
-
Animal Manager, essencial para os negócio.
Os animais também são vítimas da crise

Portugal

As dificuldades econômicas das famílias atingem cada vez mais os seus animais de estimação e fazem aumentar o número de cães e gatos abandonados ou deixados nas instituições que, sobrelotadas, apelam à adoção de um 'amigo de quatro patas'.

O Dia Mundial do Animal, que se assinala esta quinta-feira, é aproveitado para chamar a atenção para os efeitos da crise: «o número de pessoas a pedir para [alguém] ficar com o seu animal tem crescido imenso», assim como o número de pessoas a abandonar, 'num ato de desespero', disse a presidente da Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais em declarações à Lusa.

As associações 'já não comportam mais animais, estão sobrelotadas', assim como os serviços das câmaras municipais dedicados a esta área, igualmente muito requisitados.

A Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais organiza no próximo fim de semana um encontro em Belém, em Lisboa, visando o convívio entre donos e amigos dos animais, mas também a adoção fomentada por mais de 20 associações.

Também a assinalar o dia, a associação ANIMAL vai entregar esta quinta-feira, mais de 40 mil assinaturas na Assembleia da República por uma 'nova lei de proteção dos animais em Portugal'.

'Não é uma causa de esquerda nem de direita, é uma causa que nos diz respeito a todos porque a proteção dos animais de um país é da responsabilidade de todos, independentemente da sua cor política', disse a presidente da ANIMAL à Lusa.

Para Rita Silva, 'hoje começa mais uma fase desta importante campanha', com a entrega destas 40 mil assinaturas. 

Sabemos que a maioria da população está connosco nesta luta e que sabe que os animais são o 'elo mais fraco' de uma sociedade em crise, disse.


Fonte: Tvi24 - Publicado neste site em 13/10/2012

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui