Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 1456 - #3
-
Animal Manager, essencial para os negócio.
Bigodes de gato artificiais vão ajudar robôs a se moverem


Bigodes artificiais serão usados, que fique claro (Foto: Reprodução) (Foto: Reprodução)
BIGODES ARTIFICIAIS SERÃO USADOS, QUE FIQUE CLARO (FOTO: REPRODUÇÃO) (FOTO: REPRODUÇÃO)

Bigodes de gato são alguns dos orgãos mais peculiares da natureza. São extremamente sensíveis e sentem o ambiente ao redor - podem 'enxergar' móveis em uma sala, por exemplo, no escuro, por detectar as vibrações do ar correndo pelo ambiente - além de indicar o humor do gato e servir como uma régua natural, que mede se o bichano cabe ou não em uma abertura pela qual ele pretende passar.

Formados por fibras elásticas compostas por nanotubos de carbono e nanopartículas de prata, o bigode é sensível toques tão sutis quanto o de uma folha de papel tocando uma mesa.

A ideia é integrar o mecanismo a sistemas de inteligência artificial e dar aos robôs mais uma ferramenta pra conquistarem a raça humana - digo, pra se orientarem espacialmente de maneira mais eficiente. E o equipamento também tem uma aplicação média e pra gadgets 'vestíveis': pode ser usado pra medir batimentos cardíacos e pressão. Não precisa se preocupar, porque a tecnologia vai ser integrada a um equipamento que você já conhece e ninguém vai sair por aí usando bigodes de gato feitos de nanotubos de carbono.


Fonte: Revista Galileu - Publicado neste site em 31/01/2014

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui