Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 178 - #3
-
Homenagem Pet - Acenda uma Vela para seu Pet

A morte e os impostos

“Na vida, só existem duas coisas certas: os impostos e a morte”, disse certa vez Benjamin Franklin, um dos fundadores dos Estados Unidos. Na pequena cidade de Reconvilier, na Suíça, essas duas coisas se combinam de uma maneira macabra. A partir de agora, os donos de cães que não pagarem a taxa anual de cerca de US$ 50 (cerca de R$ 84) por possuírem cachorros terão seus animais de estimação executados. Pelo menos, é o que o presidente do Conselho Municipal da vila, Pierre-Alain Némitz, promete.

O salário anual de Steve Jobs em 2010: US$ 1
Números de Lost são sorteados em loteria
Os melhores países para encontrar emprego em 2011

Reconvilier tem uma população de aproximadamente 2,2 mil pessoas e 280 cães. As autoridades justificam a medida extrema como parte do esforço para recuperar centenas de milhares de dólares em taxas não pagas. Segundo Némitz, uma lei de 1904 permite à administração da vila matar os cachorros dos donos inadimplentes.

A imposição pegou tão mal na cidade que as autoridades alegam já ter recebido ameaças de morte depois do anúncio. Némitz, porém, defende a medida. “O objetivo não é uma execução em massa de cães, mas sim pressionar quem não colabora”.

As autoridades defendem que o assassinato dos animais de estimação seria apenas o último recurso, após uma longa lista de penalizações. Mas se depender de Némitz, os cachorrinhos não contarão com muita piedade. Em entrevista ao jornal suíço “Le Matin” (confira o texto em francês na íntegra aqui), o presidente do Conselho Municipal falou um pouco sobre qual seria o método de execução escolhido. “Há cerca de 30 anos, quando tivemos de resolver um problema sanitário de pessoas que viviam em condições deploráveis com cachorros, optamos por dar um tiro na cabeça dos animais. Eles não sofreram. Injeções letais são um sentimentalismo”. Némitz prometeu, no entanto, que as autoridades veterinárias serão consultadas antes do ato final.

Por enquanto, os animais da cidade estão seguros. Nem os policiais da pacata Reconvilier possuem armas. Mas será que isso continuará assim?

O que você acha dessa decisão? É justo fazer os cães pagarem com a vida pela inadimplência de seus donos? A ameaça é apenas uma jogada das autoridades, que não terão coragem de torná-la real? Comente!




Fonte: Época Negócios - Publicado neste site em 31/05/2011

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui