Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 1789 - #3
-
Homenagem Pet - Acenda uma Vela para seu Pet
Cientistas descobrem que os cães podem guiar-se pelo campo magnético da Terra


Os cães têm uma espécie de bússola magnética que os guia. Este sentido oculto, aparentemente, permite que os cães utilizem o campo magnético da Terra para calcular atalhos em locais que desconhecem

Um novo estudo, liderado por Kateřina Benediktová, investigadora na Universidade Checa de Ciências da Vida, em Praga, colocou várias câmaras e GPS em 27 cães de caça, permitindo que estes circulassem livremente pela área florestal para onde tinham sido levados, analisando, ao longo de três anos, o comportamento dos animais no local.

Para voltarem para o seu “ponto de partida”, os cães utilizam dois tipos de comportamento: ou o tracking, voltando pelo mesmo caminho, provavelmente seguindo o cheiro; ou o scouting, onde procuram um novo caminho para voltar a “casa”.

Nestes ensaios, a equipa notou que, na maioria dos casos, os cães começam o retorno com uma corrida curta (cerca de 20 m), denominada corrida por bússola , realizada principalmente ao longo do eixo norte-sul da terra, independentemente da direção de casa, antes de correr noutros sentidos. “Estou realmente bastante impressionado com os dados”, diz Catherine Lohmann, bióloga na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, que estuda “magnetorecepção” e a navegação das tartarugas.

Durante os ensaios, a equipa tentou evitar dar ao cão outras pistas de navegação e, sempre que possível, o cão foi levado para uma parte de uma floresta em que nunca esteve, para que não pudesse confiar em marcos familiares.

“Mais especificamente, a pesquisa sugere que o campo magnético pode fornecer aos cães (e mamíferos em geral) um quadro de referência ‘universal’, essencial para a navegação de longa distância e, sem dúvida, o componente mais importante que está ‘ausente’ do nosso entendimento atual de comportamento e cognição espacial dos mamíferos”, relatam os investigadores.

Em 2013, Hynek Burda, ecologista na Universidade Checa de Ciências da Vida, em Praga, e a sua equipa comprovou que os cães tendem a orientar-se norte-sul enquanto urinam ou defecam. Como este comportamento está relacionado com o reconhecimento de território, Burda concluiu que o alinhamento da Terra ajuda os cães a descobrir a sua localização em relação a outros pontos.

Estas duas descobertas podem complementar-se, e assim, Burda e Benediktová iniciaram uma nova abordagem. Num novo ensaio, esta nova equipa está a colocar um íman nas coleiras dos cães para confirmar se o campo magnético prejudica a navegação do cão ou não.

Apesar de ainda não estar completamente comprovada, muitos cientistas acreditam nesta descoberta e concordam que os cães podem usar o campo magnético para se guiar.


Fonte: Visão - Publicado neste site em 10/08/2020

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui