Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 1798 - #3
-
Homenagem Pet - Acenda uma Vela para seu Pet
Quase extinto, cachorro-vinagre surpreende cientistas em reserva ambiental no Amazonas

Cachorro-vinagre está ameaçado de extinção (Foto: Dayse Ferreira/Inpa)

MANAUS – Com 75 centímetros e podendo pesar até oito quilos, o cachorro-vinagre (Speothos venaticus) é uma das espécies com registros raros na natureza, mas, para a surpresa de um grupo de pesquisadores, um bando da espécie foi filmado em uma das Unidades de Conservação da Sema (Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas). O cachorro-vinagre está ameaçado de extinção.

O grupo de quatro animais foi filmado no final de fevereiro. Os pesquisadores usaram 38 ‘armadilhas’ fotográficas instaladas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro (a 70 quilômetros de Manaus). A análise e divulgação das imagens só foi possível neste mês de agosto, em virtude da pandemia da Covid-19.

“Esse animal é bem raro de ser registrado em seu habitat natural, sobretudo em uma área que sofre com a pressão urbana. A presença deles na RDS do Rio Negro, que é próximo de Manaus, demonstra a importância das áreas protegidas para conservação da biodiversidade. Esse registro evidencia também a grande relevância da pesquisa científica em áreas tão ricas como as unidades de conservação do estado”, disse o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

O trabalho de monitoramento é realizado em parceria com o Grupo de Pesquisa de Mamíferos Amazônicos (GPMA), do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia). Na RDS do Rio Negro, a atividade é coordenada por Dayse Ferreira, doutoranda do Programa de Pós-Graduação do Inpa, que estuda o comportamento de mamíferos de médio e grande portes em áreas de conservação. 

“Como não tínhamos informações sobre a ocorrência de cachorros-vinagre na reserva, não esperávamos registrar a espécie. No entanto, ano passado, tivemos o relato de um aluno que avistou um grupo deles em uma atividade de campo. A partir daí ficamos atentos a outros vestígios para captar imagens do animal. O registro que temos para RDS do Rio Negro é fantástico porque estamos aumentando as informações sobre esta espécie”, explicou Dayse.

Esta não é a primeira vez que o cachorro-vinagre é registrado em Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas. A espécie já foi flagrada por pesquisadores do Instituto Mamirauá na RDS do Amanã e, em 2019, pelo GPMA, na Reserva Biológica do Alto Rio Cuieiras. 

Ameaças à espécie

Segundo a lista do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) de espécies ameaçadas, o cachorro-vinagre é classificado como vulnerável por conta do isolamento da sua espécie e da degradação de seu habitat causada pelo desmatamento, adensamento humano e doenças como a raiva.

O cachorro-vinagre possui coloração marrom-avermelhada, sendo a cabeça e a região dorsal mais claras, suas pernas e cauda são curtas e as orelhas arredondadas. Ele vive em grupos que podem variar de dois a 12 indivíduos, nos quais existe um casal dominante, que pode reproduzir de um a seis filhotes. Por conta das suas características específicas, ele é classificado como semiaquático.

A espécie ocorre em boa parte do Brasil, mas existem poucas informações conhecidas sobre a sua população no país, o que torna a espécie rara. Sua área de ocorrência vai do Panamá até o Sul do Brasil, abrangendo os biomas da Amazônia, Mata Atlântica, Cerrado, Pantanal, com exceção da Caatinga. O animal também é encontrado em países vizinhos como Paraguai, Argentina, Bolívia, Peru e Equador.


Fonte: Amazonas Atual - Publicado neste site em 27/08/2020

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui