Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 679 - #3
-
Animal Manager, essencial para os negócio.

Aumenta expectativa de vida dos cães


Os cães entram na terceira idade a partir dos sete anos, o que exige maior dedicação de seus proprietários

Fortaleza Assim como nos seres humanos, a expectativa de vida dos cães está aumentando. O médico veterinário Márcio Araújo estima que há cerca de 10 anos, de 10% a 20% dos cães chegavam à terceira idade. Atualmente, essa proporção sobe para média de 40%. Com os avanços da Medicina Veterinária e do chamado fenômeno pet, onde os animais domésticos são tratados cada vez mais como membros da família, a população de cães idosos está maior.

Em sua clínica, Pronto Socorro Veterinário, Márcio Araújo observa que antes a proporção era de um cão idoso em dez atendimentos. Hoje, são quatro, em média, para cada 10. Ele explica que um ano do cão equivale a, aproximadamente, sete anos do ser humano. Nos animais de pequeno e médio portes, a terceira idade chega entre 9 e 13 anos. Aqui estão Pinscher, Yorkshire, Buldogue Francês, Chihuahua entre outras raças pequeninas.































Já os cães de grande porte entram na fase idosa entre 6 e 9 anos. Aqui estão raças como Boxer, Labrador, Rottweiler, Dálmata, Dogue Alemão, Pastor e outros. Porém, com cuidados básicos de nutrição e acompanhamento veterinário, é possível chegar à terceira idade com a vitalidade de um adulto jovial. É o caso do Schnauzer, Mambo, vindo do Uruguai e criado pelo veterinário. Já com 10 anos, Mambo está em plena saúde, inclusive para atuar como reprodutor, já que reúne excelente padrão da raça.

Os cães mais velhos exigem maior dedicação de seus proprietários, conforme alerta Márcio. Mais uma vez, a comparação com os seres humanos é inevitável. Assim como se faz na atenção aos animais filhotes, os cães da terceira idade também precisam de mais cuidados.

Ele explica que os exames geriátricos anuais são essenciais para aumentar a qualidade de vida nesta fase. Na lista do check-up, os exames laboratoriais servem para medir a saúde quanto às funções hepáticas, renais, glicemia, anemias e outras possíveis alterações indicadas no sangue.

A lista também inclui os exames cardiológicos, eletrocardiograma ou ecocardiograma; e os raios X das patas e do tórax, para avaliar eventuais problemas nas articulações, principalmente em cães de grande porte, e ainda alterações cardiológicas ou pulmonares. Caso seja verificado algum problema, os exames devem ser monitorados a cada três ou seis meses.

Porém, Márcio Araújo alerta para o 'start' da avaliação médica. 'A saúde começa pela boca', afirma, destacando a prevenção contra problemas periodontais, como gengivites e tártaros.

A escovação dos dentes uma vez por semana e a retirada de tártaros a cada um ou dois anos são medidas preventivas de saúde bucal.

Também começa pela boca uma nutrição de qualidade. 'O fator nutricional é básico para a longevidade do cão, favorecendo o desenvolvimento e o crescimento do animal quanto à massa muscular, ossos e articulações', afirma. Ele recomenda as linhas de ração premium, que incluem na composição as proteínas, vitaminas e minerais necessários à terceira idade.

Se o cão não será reprodutor, a castração na idade certa, após os 15 meses, também previne a incidência de cânceres em mamas, ovários ou testículos, que podem surgir nesta fase da vida.

Blog Bem-Estar Pet

Para ler mais sobre animais de estimação confira o endereçohttp://blogs.diariodonordeste.com.br/bemestarpet
Facebook Valeria Feitosa

Mais informações:

Pronto Socorro Veterinário

Avenida Visconde do Rio Branco, 3305, Fortaleza (CE)
Telefone: 3252.4171

psveterinário@hotmail.com 

VALÉRIA FEITOSA
EDITORA 

Fonte: Regional Diário do Nordeste  - Publicado neste site em 16/06/2012

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui