Índice de Notícias

Cães
Gatos
Todos
Translate
Traducir
Temas Pet
Boletim Eletrônico - N° 738 - #3
-
Homenagem Pet - Acenda uma Vela para seu Pet
É possível ter cachorro e gato morando em apartamento

Há raças de pequeno porte e de índole tranquila que se adaptam bem ao ambiente fechado

Aline Bonilha

Morar em apartamentos não é impedimento para manter um bichinho de estimação, mas, segundo veterinários, alguns cuidados a mais são necessários para criar gatos e cachorros neste tipo de ambiente.

Antes de tomar esta decisão, certifique-se de escolher raças de cachorro que mais se adaptam à vida em apartamentos. Por serem mais tranquilas e de pequeno porte, as mais recomendadas são maltês, yorkshire, shih-tzu, poodle, lhasa apso, segundo o veterinário Guilherme Dedemo Ribeiro, do Território Animal.

Mesmo assim, para o animal não se estressar por ficar em um ambiente menor e fechado, são indispensáveis manter hábitos diários, como o passeio com ele, por exemplo. 'É fundamental para evitar o estresse', diz Ribeiro.

Os cuidados com a segurança devem ser iguais aos que se têm com uma criança. As sacadas, por exemplo, devem ter proteção, pois, estressado, o bichinho pode tentar a liberdade por ali. Com gatos, então, a segurança deve ser dobrada, pois eles sobem nas janelas.

'Para se evitar surpresas, é preciso manter janelas sempre com telas de proteção, igual à que é colocada para crianças, pois gatos são caçadores natos e atentos a tudo que se movimenta ao seu redor e não pensam duas vezes antes de pular, independentemente de estarem no primeiro ou no 10º andar', explica a veterinária Nátalie Massaro Rosa, da Massaro Estação Animal.

Companhia
Para Ribeiro, é possível ter dois e até três animais pequenos no apartamento e isso colabora para que ele não se sinta solitário, caso passe o dia sozinho.

'A Belinha é muito tranquila, não temos problema com ela por morar em apartamento, mas não tenho a intenção de outro. Ela se distrai com os brinquedinhos e quando passeamos com ela', fala a empresária Fátima Abduch, dona de uma cachorrinha poodle.

O ideal é reservar uma área para que o cachorro ou gato façam suas necessidades. No caso de apartamento, esse local fica geralmente na lavanderia, por não ser de grande circulação. 'Existem produtos de passar no chão que inibem que o animal faça suas necessidades naquele local, o que ajuda a educá-lo para que faça sempre no mesmo local', informa Ribeiro.

A estudante Paula Abduch é sobrinha de Fátima e mora com a família no mesmo prédio que a tia. Ela tem um shih-tzu, que vive com a família há 17 anos. Antes, eles moravam em uma casa, mas o cachorro não estranhou muito a mudança para o apartamento.' No começo acho que ele estranhou um pouquinho, mas ele é comportado, quietinho, quase não late. Os vizinhos não reclamam', conta Paula, que passeava diariamente com o cão, mas diminuiu o ritmo devido à idade avançada do animal.


Fonte: A Cidade - Publicado neste site em 22/07/2012

- Temas Pet é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas. Se não deseja recebê-lo, ou considere que foi cadastrado indevidamente descadastre-se aqui